O meio é a mensagem

Essa semana me deparei com um exemplo de como a forma correta de comunicar uma mensagem ruim pode acabar por transformá-la em algo positivo. A alguns meses ganhei de aniversário um smartphone Samsung Galaxy 5. Um dos motivos da minha decisão de compra (foi presente, mas eu mesmo escolho meus gadgets ;) ) foi a anúncio oficial da Samsung sobre a futura disponibilidade do Android 2.2 para o aparelho. O aparelho é vendido com o Android 2.1. O que chama a atenção é a foma do anúncio - a Samsung não avisou a todos por um Press Release, mas sim respondendo a perguntas de proprietários e compradores em potencial (como eu) através do Formspring. Se a história acabasse aqui, já seria uma história feliz. Mas ela continua. A previsão para o lançamento do Android 2.2 para o meu celular era dezembro. Durante o mês de dezembro, religiosamente, todo dia útil, eu conectei meu telefone ao computador via cabo USB e aturei o nojento software de atualização da Samsung, o Kies, para verificar se a atualização tinha saído. E não tinha. Até que, chegado o dia 21 de dezembro, resolvi procurar algum pronunciamento da Samsung sobre a atualização. Qual não foia minha surpresa ao encontrar várias perguntas sobre o atraso da atualização no Formspring - todas respondidas! A resposta não era a que eu queria - estavam dizendo que a atualização tinha atrasado, e só deveria sair mesmo em janeiro. Mas a forma em que foi comunicado, o cuidado de responder a todos que perguntaram de maneira absolutament aberta e transparente, encantou tanto que nem dei tanta bola para o atraso, e acabei ficando feliz de ter comprado um aparelho de um fabricante que tem um relacionamento tão franco com seus clientes. Nem parece que estou falando da Samsung, não é? Os outros fabricantes de eletrônicos deveriam seguir o exemplo...